Pessoas que gostam disto

Sexta-feira, 11 de Fevereiro de 2011

Adeus Bloco de Esquerda

 

Devo dizer que hesitei muito em escrever este artigo, pois sempre fui daqueles que rejeitei discutir na praça pública os problemas da esquerda em Portugal, mas, no entanto, nesta altura achei que não devia, de maneira nenhuma, ficar calado!

Fui daqueles que participei activamente para que o 25 de Abril fosse mais que um simples golpe militar, quer na Guiné, onde me encontrava a cumprir comissão, quer depois do regresso, em Agosto de 74.

Fui daqueles que acreditei que neste País todos poderiam ter liberdade, pão, habitação, saúde, educação.

Nunca quis pertencer a nenhum partido por prezar demasiado a minha liberdade recentemente conquistada mas participei activamente, ao lado de militantes do PCP, PS e mesmo de movimentos de extrema esquerda, no afastamento dos fascistas e daqueles que com eles colaboravam e concorri por diversas vezes à Comissão de Trabalhadores e Delegado Sindical e partcipei também activamente nas campanhas de candidatura à Presidência de Maria de Lurdes Pintasilgo e Otelo Saraiva de Carvalho e na criação dos GDUP.

No decorrer dessas lutas estive muitas vezes contra o PCP e o seu sectarismo, mas normalmente acompanhado pelos militantes da UDP e outros movimentos da então chamada extrema esquerda mas que, para mim, não tinham nada de extrema.

Por tudo isto, foi com imensa esperança que vi surgir o Bloco de Esquerda pois me parecia que, finalmente, poderiam estar criadas as condições para a criação de uma maioria de esquerda (PS + Bloco) uma vez que com o PCP, talvez por razões históricas, isso sempre pareceu impossível.

Durante muitos anos, votei no Bloco e não me desiludi, com a sua colaboração foi possível aprovar leis avançadas, como foram a lei do aborto e outras.

No entanto, devo confessar que a actuação do Bloco me começou a desiludir com as suas tomadas de posição sobre a luta dos professores.

Efectivamente, para mim, não é só pelo motivo de se ser trabalhador que uma luta é justa e deve ser apoiada ou não.

Para mim, com o 25 de Abril, não desapareceram as classes sociais, digamos mesmo que apareceram algumas novas que vieram substiturir as anteriores classes e, à custa do poder que têm na sociedade, acabaram por substituir-se aquelas no que diz respeito aos privilégios de que disfrutam e os professores, tal como os juizes, os militares e outros, são sem dúvida uma delas.

Confesso que acho que , últimamente, o BLOCO mais não tem feito que andar a reboque do PCP (esquecendo que alguns dos movimentos que lhe deram origem se fizeram na luta contra o mesmo) e o seu objectivo será, apenas, conquistar mais votos que aquele.

No entanto, foi o anúncio de ontem, a apresentação de uma moção de censura no Parlamento a 10 de Março, numa altura em que a única alternativa que existe para este governo é um governo de direita, que constituiu a gota que encheu o copo.

Chegou a altura de dizer basta!

BLOCO DE ESQUERDA, nunca mais!

 

 

João Mateus

publicado por João Mateus às 14:01
link do post | comentar | favorito
|

Lema do Blog

Pra melhor está bem...está bem. Pra pior já basta assim!

Mais sobre Mim

Projecto Esperança

Outubro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
11
12
13
14
15
16
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

Posts Recentes

Os incêndios em Portugal

HOJE VAMOS FALAR DE POLÍT...

OU HÁ MORALIDADE OU COMEM...

A ESCRAVATURA MODERNA

RESPONSABILIDADE POLÍTICA...

EU, PECADOR, ME CONFESSO!

"Tão felizes que nós éram...

PORTUGAL O PAÍS DO TENDEN...

Os problemas da Democraci...

Os argumentos da direita ...

Arquivos

Outubro 2017

Setembro 2017

Julho 2017

Junho 2017

Março 2017

Outubro 2016

Junho 2015

Dezembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Novembro 2012

Setembro 2012

Julho 2012

Junho 2012

Outubro 2011

Setembro 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Junho 2009

Março 2009

Fevereiro 2009

Dezembro 2008

Novembro 2008

Julho 2008

Novembro 2006

Outubro 2006

Julho 2006

Junho 2006

Abril 2006

Março 2006

Janeiro 2006

Setembro 2005

Julho 2005

Junho 2005

Maio 2005

Links

Viagens na Nossa Terra
Pretextos...
Ir até ao Alentejo
A Gazeta Saloia
Coutinho Afonso
Peralcovo

O Crónicas no Facebook

blogs SAPO

subscrever feeds